Contributo Penitencial

Na Homilia de Quarta-feira de Cinzas, o Sr. Arcebispo lançou-nos novamente o desafio cristão do Contributo Penitêncial.

(...) A Quaresma é, então, um caminho de interioridade que cada um deve assumir e concretizar pessoalmente. (...) Não podemos, por fim, esquecer a generosidade das esmolas e da partilha de tudo quanto é supérfluo em ordem a uma sociedade mais igual e fraterna.

Habitualmente a Igreja propõe-nos o Contributo Penitencial ou a Renúncia Quaresmal. Um hábito que não pode tornar-se mera rotina para tranquilizar a nossa consciência. É, pelo contrário, um dinamismo quotidiano com expressões muito variadas e discernidas por cada um.

À semelhança de anos anteriores, parece-nos ser necessário continuar a apostar em duas necessidades: o Fundo Partilhar com Esperança e a paróquia de Sta. Cecília de Ocua.

O Fundo Partilhar com Esperança, infelizmente, continua a ser tremendamente necessário. Há situações de pobreza escondida, impossibilidade de pagar medicamentos, água, luz e rendas. São muitas as histórias de vida e de sofrimento que chegam ao nosso conhecimento. Uma coisa é comum a todas elas: a vergonha da situação em que se encontram. É, por isso, importante reforçar este Fundo. As contas e o modo como é aplicado encontram-se à disposição de quem quiser consultar. Podemos assegurar que este Fundo tem sido motivo para que a esperança ressuscite nos corações de muitas famílias.

Existe no coração da Igreja um sonho missionário que urge concretizar. A missão projecta-nos por novos caminhos, os quais nos conduzem a recantos da Humanidade para aí deixar sementes de esperança que florescerão para o bem da Igreja e do mundo.

A paróquia de Sta. Cecília necessita também de estruturas básicas para testemunhar o Evangelho do amor naquelas longínquas paragens. Urge a construção de uma casa para os missionários que enviámos, sacerdotes e leigos. Queremos ainda construir um espaço para acolher uma comunidade religiosa que dará estabilidade à missão, mesmo na possível ausência de sacerdotes, assim como uma escolinha para as crianças. São estruturas que se encontrarão no centro da paróquia mas não esqueçamos que ela é constituída por 96 lugares onde é igualmente importante celebrar a fé, anunciar o Evangelho e viver a caridade.

Nesta Quaresma deixemo-nos interpelar pela simbologia da “poda”. É mensagem para cada um, muito concreta e inspiradora de acções corajosas. Levemos a sério o que ela sugere. Como consequência desta conversão, a Páscoa mostrará Cristo vivo e operante nas nossas comunidades acolhedoras e missionárias.




12 visualizações
LINKS ÚTEIS
CONTACTOS

Residência Paroquial

Rua Dr. Maximino de Matos

Apartado 16

4820-255 Fafe

92 720 18 16

92 748 17 81

NAS REDES SOCIAIS
  • Facebook Social Icon