top of page

Portas da Igreja e Rito da Aspersão

Quarta Catequese Mistagógica como preparação para o 5º Congresso Eucarístico Nacional



A liturgia não é apenas um conjunto de ritos, mas um encontro vivo com Cristo. Ao atravessarmos as Portas da Igreja, sinal de Cristo, somos chamados a deixar para trás as preocupações que nos fazem ocupar tanto o dia a dia, sejam elas pessoais ou sociais, adentrando um espaço sagrado que nos predispõe para o encontro com a presença real de Cristo na Eucaristia. Somos, por isso, chamados à oração e à comunhão com Deus e com a comunidade cristã. As Portas da Igreja recordam-nos também o acolhimento no dia do nosso Batismo, porque foi por elas que entramos e nos tornamos membros da comunidade cristã. Agora, tomamos consciência do imperativo de sermos uma Igreja acolhedora de todos.

A aspersão com água benta, conforme indicado pela Instrução Geral do Missal Romano, não é apenas um gesto simbólico, mas um convite para renovar o nosso compromisso batismal e prepara-nos para participar plenamente nos mistérios da fé. A água que purifica recorda a misericórdia de Deus e a necessidade constante de conversão da nossa parte. O Papa João Paulo II, na Carta Apostólica Dies Domini, evidencia “a aspersão com a água benta, que evoca precisamente o evento batismal em que nasce toda a existência cristã”.

31 visualizações

Commenti


bottom of page